Arquivo da tag: reciclagem

Pneus velhos x camas para cachorro

Publicado em

Estou meio sem tempo de atualizar o blog, mas vi uma notícia que achei muito inspiradora para quem tem interesse na reutilização de materiais e resolvi postar aqui. Leia no link abaixo:

Camas de cachorro com pneus usados

camascachorropneus

Criatividade é tudo! A partir de pneus velhos, veja que caminhas confortáveis o Sr. Hilton, de Ponta Grossa, inventou! Parabéns Sr. Hilton!

Se você tem acesso a pneus usados, fica a dica!

Abraços,

Angelyne

 

 

 

Sopa de Feijão

Publicado em

crema-di-fagioli

Aproveitando a chegada desse frio paulistano vamos fazer uma sopinha para upciclar as sobras de feijão?

Veja o que vamos precisar:

1 e 1/2 ou 2 xícaras de feijão cozido com ou sem tempêro
1 colher de chá cheia de alho triturado
1/2 cebola picadinha
1 folha de louro
1 colher de sopa de cebolinha verde picada
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de azeite
sal a gosto
2 litros de água
1 xícara de macarrão para sopa de sua preferência (eu gosto de usar espaguete ou linguine picadinho)

Modo de preparo:

Leve ao fogo uma panela grande com o óleo e doure a cebola e o alho.
Acrescente metade da água, coloque o sal e o louro e, assim que abrir fervura, acrescente o macarrão e mexa de vez em quando, em fogo baixo, até amaciar.
Enquanto o macarrão cozinha, passe o feijão no liquidificador com o restante da água até ficar bem cremoso.
Depois que o macarrão estiver cozido, aumente o fogo e acrescente a massa de feijão, aos poucos, mexendo sempre para misturar bem.torradas
Abaixe o fogo e vá mexendo de vez em quando para não grudar no fundo da panela. Se juntar uma espuma esbranquiçada na superfície vá retirando com a escumadeira.
Quando a sopa tiver engrossado, acrescente a cebolinha verde, dê uma misturada e apague o fogo. Acrescente a colher de azeite e deixe a sopa repousar por uns 10 minutos antes de servir.

Sirva-a acompanhada de croutons ou torradinhas.

Reaproveitando Sobras de Refeições

Publicado em

2015-11-14 11.33.10

Cozinhar é um ato de amor!

É gratificante preparar uma bela refeição e ver a satisfação dos comensais ao saborear os quitutes!

E uma bela refeição não significa caviar regado a champanhe.

Absolutamente! Uma refeição equilibrada, com proteínas, vitaminas e uma boa aparência é o suficiente para satisfazer ao paladar e saciar a fome.

Para que as refeições não se tornem repetitivas, podemos fazer um prato diferente todos os dias. Mas o que fazer com as sobras que inevitavelmente acabam restando?

Primeiramente, devemos retirá-las das panelas e colocá-las em potes limpos, que fechem bem, e guardá-las na geladeira ou freezer. Se na geladeira, não devemos guardá-las mais que quatro ou cinco dias. Se no freezer, estando bem fechadas, não mais que um ou dois meses.

Depois é só ir utilizando as sobras, nos dias que se seguem, da mesma forma que foram preparadas ou transformando-as em outra preparação.

Em se tratando de verduras ou legumes refogados ou cozidos podemos simplesmente aquecê-los e usá-los ou podemos incrementar a refeição transformando-os em apetitosos suflés para acompanhar um arroz com feijão fresquinhos!

Se forem sobras de feijão e arroz, carne, linguiça, podemos fazer um “mexidinho” para acompanhar com uma saladinha verde!salada

No caso de sobras de churrasco, podemos picar as carnes, frango e linguiças e preparar uma bela farofa ou um acebolado misto para servir com arroz e feijão fresquinhos ou desfiá-los e misturá-los a uma boa salada.

Aquelas sobras de macarrão ficarão deliciosas se forem gratinadas no forno com creme!

Em próximos posts vou colocar aqui umas receitinhas de upciclagem de sobras de comida que você poderá usar no dia a dia.

São dicas bem simples que podem ajudar a variar o seu cardápio sem gastar muito e sem despediçar nada.

Um abraço,

Angelyne

 

Retorno ao blog

Publicado em

Mosaico

Olá, por inúmeros motivos precisei deixar este blog meio abandonado! Agora quero voltar a compartilhar com vocês muitas novidades e técnicas de reciclagem/upciclagem que vocês poderão aplicar para melhorar seu dia a dia ou complementar sua renda.

Estou preparando algumas apostilas que serão lançadas em breve com vários tutoriais (PAPs) muito úteis. Além disso vou tentar postar um tópico semanalmente.

Espero que me acompanhem nesta nova jornada e deixem seus comentários e sugestões, afinal o blog é feito para vocês.

Abraço afetuoso a todos!

Angelyne

 

PAP de guirlanda com folhas de revistas

Publicado em

Olá pessoal, hoje vamos ver um PAP facinho para vocês irem fazendo enquanto aguardam o natal chegar!

Materiais:

  • Revistas velhas
  • Pedaços de papelão
  • 8 tampinhas de garrafa de refrigerante ou água todas do mesmo tamanho
  • Cola branca
  • tiras de qualquer tecido verde, ou em tons predominantes de verde
  • Alguns retalhos de cor vermelha
  • Restinhos de manta acrílica ou um pouco de algodão
  • 1 pedaço de fita ou barbante

2013-11-08 12.25.15 2013-11-08 13.12.53 2013-11-08 13.15.30

Vamos começar cortando dois círculos de +/- 30cm no papelão e dentro desse círculo recortar um outro de +/- 15cm de diâmetro para formar a base da guirlanda. Em seguida vamos colar um no outro.

2013-11-08 12.28.40 2013-11-08 12.36.29 2013-11-08 12.39.12

Ao colar, é importante inverter os veios do papelão conforme a foto abaixo, para dar mais firmeza à guirlanda.  Enquanto cortamos o tecido para o revestimento, deixamos as duas partes presas com pregadores para já irem colando. Cortamos uma tira de uns três dedos de largura no tecido verde. Eu tinha dois pedaços de TNT verde e vermelho de um projeto anterior que aproveitei aqui.

 2013-11-08 12.36.47 2013-11-08 12.44.24 2013-11-08 12.48.56

Começamos prendendo uma extremidade do tecido no papelão ainda com os pregadores e vamos enrolando em volta do círculo retirando os pregadores à medida que vamos avançando. Quando a tira acabar, prendemos a extremidade final no papelão e colamos o início da outra em cima, prendendo com um pregador e continuamos a revestir o círculo. Ao terminar passamos cola na extremidade, prendemos e aguardamos  a secagem.

2013-11-08 12.50.05 2013-11-08 12.53.18 2013-11-08 12.51.41 2013-11-08 12.56.04

Enquanto isso, vamos preparar as flores de papel. Vamos precisar de 8 flores para a volta toda. Para cada flor iremos usar 3 círculos recortados de folhas de revistas com +/-  12cm de diâmetro. Dobramos cada círculo ao meio três vezes, conforme as fotos abaixo.

 2013-11-08 14.21.01 2013-11-08 14.21.26 2013-11-08 14.21.55

Abrimos cada círculo e escolhemos a parte que irá ficar para a frente, viramos do outro lado e começamos a colar a pétalas, uma a uma, passando cola na metade da parte superior da pétala e enrolando-a para formar um cone. Repetimos o processo em todas as pétalas de todos os círculos até obtermos 24 unidades. Note que o lado que vai ficar colado na base tem os cones abertos (foto do meio) e o lado que vai ficar para fora é inteiriço (foto da direita)

2013-11-08 14.25.59 2013-11-08 14.26.46 2013-11-08 14.30.05

2013-11-08 14.31.07 2013-11-08 14.42.04 2013-11-08 14.42.12

Estando prontos todos os círculos vamos uní-los , de três em três, passando um pouco de cola no meio, pelo lado que tem os cones abertos, intercalando as pontas para formar a flor. Depois de todas as flores montadas, vamos colar todas elas na base revestida com o tecido verde, começando pelas quatro em posição oposta e termiando com as outras, distribuindo-as uniformemente para cobrir toda a base. Deixamos secar de um dia para o outro.

2013-11-08 13.01.01 2013-11-08 21.52.38 2013-11-08 21.58.35

Para fazer o miolo das flores vamos cortar oito círculos no tecido vermelho do tamanho suficiente para recobrir a tampinha. Usei tampinhas com 2,5cm e círculos de +/- 11cm. Pegamos um pedacinho de manta ou um chumacinho de algodão, centralizamos no círculo, passamos cola na parte plana da tampinha e colocamos em cima da manta ou algodão, seguramos nessa posição, passamos cola generosamente dentro da tampinha e vamos ajeitando e enfiando o tecido para que fique por igual, passamos mais cola nas partes que vão se sobrepor e deixamos secar.

2013-11-08 22.16.50 2013-11-08 22.18.59 2013-11-08 22.19.06 2013-11-08 22.51.48 2013-11-08 22.39.03

Depois de tudo seco, vamos colar os miolos dentro das flores e aguardar a secagem total. Colocamos uma alcinha para pendurar e está prontinha a sua guirlanda de revistas!

2013-11-08 23.16.21 2013-11-08 23.14.24

Se tiver ficado alguma dúvida, não hesite em me perguntar.

Até a próxima!

Como reciclar lixo orgânico em casa

Publicado em
lixorg

Lixo Orgânico – Google image

Como já vimos, o lixo orgânico deve ser depositado em aterros sanitários, seguindo todas as normas de saneamento básico e tratamento de lixo, pois durante o processo de decomposição, que é o apodrecimento do lixo orgânico, é produzido o chorume, um líquido viscoso e de cheiro forte e desagradável. O chorume também pode causar contaminação do solo e águas dos rios, lagos e lençóis freáticos. O lixo orgânico pode servir como fonte de energia, biogás, pois em seu processo de decomposição é gerado o gás metano.

Você pode optar por reciclar o seu lixo orgânico em casa. Se você possui um quintal ou jardim, ou apenas um cantinho na varanda ou área de serviço, construa uma composteira que irá transformar o lixo em adubo para sua horta, jardim ou vasos.

A compostagem é um processo de transformação de matéria orgânica (restos de frutas, verduras, legumes, cascas de ovos, etc.) em adubo orgânico. Essa transformação é realizada pelos microorganismos presentes nos resíduos, sob condições ideais de temperatura, aeração e umidade. A compostagem é muito usada na zona rural, sendo de extrema importância para o meio ambiente e para a saúde humana.

Pode ser facilmente realizada em casa, seguindo algumas orientações técnicas básicas. Veja nos links abaixo como construir e manter uma composteira adequada ao seu espaço disponível:

Vídeo passo a passo: http://hortasdecasa.blogspot.com.br/2013/06/composteira-domestica-em-varanda-hortas.html

http://ciclovivo.com.br/noticia/dica_saiba_como_fazer_e_usar_uma_composteira_caseira

http://www.sustentavelnapratica.net/arquivos/canteirocompostavel.pdf

http://www.geota.pt/xFiles/scContentDeployer_pt/docs/articleFile140.pdf

Esta pode ser uma experiência muito interessante para você e sua família!

Coleta Seletiva de Lixo

Publicado em
coleta_seletiva_lixo

Google image

Num post anterior vimos que cada tipo de lixo tem uma forma própria de descarte. Só por curiosidade vejamos como é feito:

Pilhas, baterias comuns e de celular apresentam um grande perigo quando descartadas incorretamente, podendo contaminar o solo e lençóis freáticos prejudicando assim a agricultura e a hidrografia. Na composição dessas pilhas são encontrados metais pesados como: cádmio, chumbo, mercúrio, que são extremamente perigosos à saúde humana, podendo causar câncer e mutações genéticas. O descarte adequado das pilhas é de responsabilidade dos fabricantes ou das empresas distribuidoras. Desta forma, devem ser entregues aos estabelecimentos que as comercializam ou às assistências técnicas autorizadas, para que repassem os resíduos aos fabricantes ou importadores.

Medicamentos não devem ser descartados junto com o lixo orgânico, pois possuem substâncias químicas que podem contaminar o solo e a água. Algumas redes de farmácias possuem pontos de coleta para os medicamentos que não são mais usados ou já estão vencidos.

Lâmpadas fluorescentes também necessitam de descarte especial. Em seu interior, uma lâmpada deste tipo possui vapor de mercúrio, gás tóxico, que contamina o ar quando quebrada. Existem lojas de materiais elétricos e de construção que possuem pontos de coletas destes materiais.

Os lixos hospitalares também merecem um tratamento especial, pois costumam estar infectados com grande quantidade de vírus e bactérias. A ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, tem uma série de regras para que o lixo hospitalar seja descartado de forma a não contaminar o meio ambiente, nem as pessoas que manipulam o material.

Os tipos de lixo predominantes em nossas casas, em geral, são:

  • o orgânico, composto de restos de carne, cascas de ovos, frutas, verduras e outros alimentos. Este tipo de lixo é descartado em aterros sanitários ou é utilizado na fabricação de adubos orgânicos,
  • o não orgânico, composto de papéis, plásticos, metais e vidros. Existem indústrias que reutilizam estes materiais na reciclagem ou fabricação de matéria prima para refazer os mesmos produtos ou até mesmo outros produtos.

Para administrar o destino final desses rejeitos foi implementada a coleta seletiva de lixo que é um processo de triagem dos resíduos descartados por empresas e residências separando-os em lixo orgânico e lixo reciclável para posterior recolhimento e descarte.

A coleta seletiva de lixo é de extrema importância para a sociedade, gerando renda para milhões de pessoas e economia para as empresas. Além disso diminui a poluição dos solos e rios, favorecendo assim o desenvolvimento sustentável do planeta.

%d blogueiros gostam disto: